7 animais estranhos que vivem mais que os humanos

7 animais estranhos que vivem mais que os humanos

E aí curiosos, sejam bem-vindos. No mundo dos animais existem algumas espécies que levam muita vantagem em comparação a nós humanos algumas por serem mais rápidas outras por serem mais fortes e existem também aqueles que não superam no quesito prazo de validade quer dizer os que vivem mais tempo do que nós, então no artigo de hoje eu te convido a conferir os 7 animais estranhos que vivem mais que os humanos.

7. Baleia-da-Groenlândia

Baleia-da-Groenlândia

O primeiro turno na queda dessa lista fica nas águas frias do pólo norte e é uma baleia de cor escura que pode chegar a 18 metros de comprimento mas nem o tamanho e a aparência chama tanta atenção quanto ao seu tempo de vida inacreditáveis 200 anos, a capacidade dela viver por dois séculos já foi até alvo de estudo pois pesquisadores querem descobrir qual o segredo desse animal que apesar de ter mil vezes mais células do que nós não desenvolvem os problemas que enfrentamos com o passar do tempo e em outras palavras a chance de uma vida mais longa pode estar no DNA desse mamífero.

6. Bodião de Rougheye

Bodião de Rougheye

Seguindo a nossa lista outro peixe que se recusa a partir desta para melhor é o peixe bodião uma espécie conhecida da ciência que pode chegar aos seus 205 anos, esse peixe habita as águas da costa do Japão, mas também está distribuído em outros lugares sempre entre 25 e 730 metros de profundidade que é onde eles gostam de nadar, esse bicho também curti bastante ficar próximo a formações rochosas e além da pesquisa científica atrai a atenção de pesquisadores.

5. Tubarão da Groenlândia

Tubarão da Groenlândia

Também de águas frias temos o tubarão da Groenlândia um grandão de 5 metros que pode viver até 400 anos, por essa característica a revista Science já botou ele como um animal vertebrado que vive mais tempo e não é difícil de acreditar, afinal as fêmeas da espécie que só ficam sexuadamente maduras depois dos 150 anos por isso pesquisadores já buscam respostas para explicar como esses animais estão fugindo da morte e um geneticista revelou que o frio pode ativar os genes anti-envelhecimento, assim a vida longa parece realmente estar associada à baixa temperatura.

4. Bivalve Islandês

Bivalve Islandês

Esse aqui além de ancião tem uma história muito curiosa, o bivalve islandês é um tipo de molusco que pode chegar a 507 anos, mas um deles chamado Mig em 2006 acabou sendo vítima de um estudo sobre sua idade, os pesquisadores queriam determinar quantos anos ele tinha pois até então as suspeitas beiravam 400 anos, mas ao tentar abrir o animal os cientistas acabaram matando e logo após descobriram que na verdade ele tinha 507 anos, a explicação é encontrada em que animais do tipo Mig possuem metabolismo muito lento como se vivesse em uma câmera lenta.

3. Esponjas do Mar

Esponjas do Mar

Em terceiro lugar temos a esponja do mar, mas espera aí, esponjas do mar não são plantas? Se você também pensa isso fique sabendo que não, pois as esponjas do mar não são poríferos pertencentes ao reino animália e logo são animais, mas voltando a idade algumas delas já se tornaram famosos por viverem por séculos, uma dessas e a esponja da Antártica que graças ao seu crescimento absurdamente lento pode chegar a 1.550 anos, e isso segundo estimativas e vale lembrar que ela também é encontrado em regiões frias.

2. Turritopsis Nutricula

Turritopsis Nutricula

Com a expectativa de vida aumentando a cada item é claro que nós encontraremos um ser imortal, ele atende pelo nome científico de turritopsis nutricula, uma água-viva que simplesmente não pode ser morta por causas naturais, ela faz isso graças a uma habilidade muito especial chamada transdiferenciação celular onde ela rejuvenesce renovando suas células, quase o envelhecimento reverso, cientistas também observaram que ela recorre a esse superpoder em situações de estresse e ataque, então basta que ela acione o processo para retroceder estágios anteriores de sua vida.

1. Tardígrados

Tardígrados

Encerramos com essa criatura microscópica que apesar de alcançar seus 120 anos podem ser a mais resistente do planeta, os tardígrados podem sobreviver ao calor e frio extremos lhe dando de boa com temperaturas superiores a 150 graus celsius e ao frio extremo de – 80 graus, nem mesmo o vácuo do espaço pode matar esse bicho sua única possível fraqueza e a água, pois eles precisam estar nela para ficar em pé mas não para ficarem vivos, pois na falta de água os tardígrados entram em um processo de hibernação onde pode sobreviver sem água por até 8 anos.

E aí curiosos gostaram do artigo? Então que tal compartilhar com os amigos e se inscrever-se no site e marcar o sininho para receber as nossas notificações e não perder nenhum artigo semanal. Ficamos por aqui e até o próximo artigo. Valeu!!

Via: Galileu

5 (100%) 1 vote[s]

Comentários no Facebook